Roberto Rocha defende mais investimentos para combater violência contra jovens

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) defendeu um amplo debate, com a participação de todos os entes federativos, inclusive os municípios, como forma de enfrentar a crescente violência contra jovens. “Nós estamos vendo nosso futuro ameaçado”, afirmou o senador, que se revelou alarmado com os números apresentados na audiência pública realizada pela CPI do Assassinato de Jovens, nesta segunda-feira (25).

A advogada Natália Damazio Pinto Ferreira, representante da Justiça Global, Samira Bueno Nunes, diretora-executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que é formado por gestores públicos, pesquisadores e policiais, e Raquel Willadino Braga, diretora do Observatório de Favelas, apontaram um aumento significativo no número de assassinato de jovens no Nordeste, principalmente entre negros do sexo masculino. O aumento foi maior na Paraíba, onde um rapaz negro tem 13 vezes mais chances de ser morto que um jovem branco, seguido de Alagoas e Pernambuco.

Roberto Rocha afirmou que a CPI é um espaço importante para que a discussão sobre o combate à violência aconteça e pediu que as pessoas participem das audiências por meio das redes sociais, para que se instale um grande debate sobre o assunto no País. Ele também voltou a ressaltar a importância da instalação de uma comissão permanente de segurança pública no Senado, já que a casa representa os estados, responsáveis pelas políticas de segurança pública no Brasil.

O senador afirmou ainda que segurança pública é um dos temas mais relevantes para a população brasileira, no momento, e, portanto, é necessário o envolvimento de todos os entes federativos na busca de solução, inclusive os municípios. E defendeu a transferência de recursos de fundo a fundo, a exemplo do que já acontece na saúde e na educação, para a manutenção de um sistema prisional mais eficiente, que consiga garantir a ressocialização dos apenados.

CPI em São Luís

Diante dos números crescentes de violência contra jovens no Nordeste, o senador Roberto Rocha reafirmou que apresentará essa semana um requerimento para que a CPI do Assassinato de Jovens realize audiência em São Luís, a fim de ouvir entidades ligadas à proteção da criança e do adolescente, autoridades judiciais, sobre experiências como audiências de custódia, e autoridades policiais.

Receba Publicações

Estudantes de Direito que têm interesse em receber o exemplar do Novo Código de Processo Civil (CPC), cadastrem-se e recebam gratuitamente.

Cadastre e receba
Para sugerir um projeto, enviar um recado ou pedir uma entrevista.