Roberto Rocha quer estreitar laços entre o Maranhão e a Tailândia

Embaixador do país asiático diz que o governo tailandês deseja novos negócios e investimentos

Campeão de turismo no Sudeste ARR_Tailandiasiático, a Tailândia tem investido cada vez mais em negócios e mercados que vão além das suas fronteiras. No Brasil, os setores econômicos mais visados são a indústria de tecnologia, fruticultura, pesca e o turismo.

E é justamente no turismo e na indústria de tecnologia asiática que o senador Roberto Rocha deseja ter uma maiores laços comerciais com a Tailândia. Este ano, a balança comercial entre os dois países é de R$ 4,5 bilhões, mas esse número pode ser bem maior.

Em Brasília, o congressista maranhense esteve com o embaixador tailandês, Surasak Suparat, para apresentar projetos que visam o atrair novos investimentos entre os dois países, especialmente para o Estado do Maranhão.

“O Maranhão e a Tailândia têm em comum o turismo como vocação natural para ser explorado, principalmente pelas belezas e riquezas naturais que são encontradas somente nesses lugares. A intenção criar um bom ambiente de negócios e segurança jurídica para que investimentos oriundos da Tailândia e de outros países possam chegar ao Maranhão. É o caminho começa a partir a criação da Zona de Exportação do Maranhão (ZEMA)”, explicou o senador.

Idealizada por Roberto Rocha, A ZEMA pode atrair empresas do ramo de turismo e tecnologia no estado. “O mundo tem dinheiro e o que nós queremos é que esse dinheiro circule também no Maranhão, através da implantação de empresas internacionais da Tailândia e de outros países. A consequência imediata é a geração de empregos, renda e uma melhoria nos índices socioeconômicos do estado. É mais um caminho para mudar para melhor face econômica do Maranhão, deixando para trás a pobreza e as mazelas”, destacou o senador. O ex-deputado federal Paulo Marinho acompanhou a visita.

Receba Publicações

Estudantes de Direito que têm interesse em receber o exemplar do Novo Código de Processo Civil (CPC), cadastrem-se e recebam gratuitamente.

Cadastre e receba
Para sugerir um projeto, enviar um recado ou pedir uma entrevista.