Roberto Rocha será o relator da CPI do BNDES

Comissão Parlamentar de Inquérito vai investigar possíveis irregularidades na concessão de empréstimos às empresas brasileiras

Roque de Sá_Agência Senado

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) foi designado para ser o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que visa investigar irregularidades nos empréstimos concedidos pelo BNDES no âmbito do programa de globalização das companhias nacionais, em especial a linha de financiamento específica à internacionalização de empresas, a partir do ano de 1997. A CPI foi instalada nesta quarta-feira (2), e elegeu os senadores Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Sérgio Petecão (PSD-AC), para presidente e vice-presidente, respectivamente.

Na condição de relator, o senador maranhense quer convocar os irmãos Wesley e Joesley Batista, donos das empresas J&F e JBS, que são investigados por recebimento de vantagens indevidas, além dos ex-presidentes do BNDES. “O Brasil espera por isso. Não faltará senador para sugerir que eles sejam ouvidos. É uma medida muito importante e necessária para esclarecer os fatos que estão obscuros para nós e a sociedade”, disse Roberto Rocha.

Em julho, o Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou que seja feita uma auditoria no banco para avaliar o real impacto dos empréstimos concedidos pelo banco na economia brasileira. Para a Corte de contas, há indícios de favorecimento da instituição financeira ao Grupo JBS. O BNDES adquiriu ações em operação de US$ 750 milhões no ano de 2007.

O requerimento de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito é de autoria do senador Roberto Rocha e teve apoio de 36 parlamentares. De acordo com o regimento interno do Senado, a CPI tem poderes de investigação próprios de autoridades judiciais, podendo tomar o depoimento de qualquer autoridade, inquirir testemunhas, sob compromisso, ouvir indiciados, requisitar de órgão público informações ou documentos de qualquer natureza, bem como requerer ao TCU a realização de inspeções e auditorias que entender necessárias. A CPI terá duração de 180 dias e a primeira reunião para apresentação do plano de trabalho está marcada para o dia 15 de agosto.

tags:

Receba Publicações

Estudantes de Direito que têm interesse em receber o exemplar do Novo Código de Processo Civil (CPC), cadastrem-se e recebam gratuitamente.

Cadastre e receba
Para sugerir um projeto, enviar um recado ou pedir uma entrevista.