Senador Roberto Rocha defende plano de desenvolvimento para o Brasil

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) usou as redes sociais para defender a elaboração com urgência de um plano de desenvolvimento factível para tirar o Brasil da crise. “O governo federal não pode apenas se fixar em ajuste fiscal”, afirmou o senador. Para ele, a maior conquista do governo do PT está em jogo e é preciso agir em duas frentes para que toda prosperidade alcançada nos últimos anos não se perca.

Roberto Rocha defendeu prioridade para a exportação, o turismo interno e as áreas de infraestrutura e logística como forma de retomar o crescimento do País. Segundo ele, a altar do dólar torna o momento favorável para os serviços de turismo e negócios de exportação e os investimentos em infraestrutura e saneamento básico geram emprego.

“O crescimento do desemprego é algo muito sério. Sem emprego, a inadimplência cresce e a crise se aprofunda,” avaliou o senador. Para ele, é preciso ir além de ajustar as despesas e começar a pensar uma saída que garanta as conquistas sociais e econômicas dos últimos anos. Caso contrário, “aqueles milhões de brasileiros que subiram para a classe C, podem voltar para D”.

O senador defende investimentos em infraestrutura, contando com a parceria da iniciativa privada, uma vez que os cofres públicos não suportariam novas e pesadas despesas. “Se não investir em infraestrutura, o País não continuará crescendo,” afirmou, lembrando as crises energética e hídrica, as más condições das estradas e a quase inexistências de hidrovias, ferrovias portos e aeroportos no Brasil. “São obras caras, mas necessárias e que geram muito emprego.”

Receba Publicações

Estudantes de Direito que têm interesse em receber o exemplar do Novo Código de Processo Civil (CPC), cadastrem-se e recebam gratuitamente.

Cadastre e receba
Para sugerir um projeto, enviar um recado ou pedir uma entrevista.