Senador Roberto Rocha fala sobre a criação de Zona Franca de São Luís em reunião da FIEMA

Na ocasião Roberto Rocha detalhou o projeto de sua autoria aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR), do Senado Federal, que contempla a criação de uma Zona Franca em São Luís.

O  Senador Roberto Rocha participou, nesta sexta-feira, 25, a convite do presidente da FIEMA, Edilson Baldez, de uma reunião com a diretoria da instituição, representantes sindicais e do Sistema S (SENAC, SENAI, SESC e SESI), além de empresários locais. Na ocasião Roberto Rocha detalhou o projeto de sua autoria aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR), do Senado Federal,  que contempla a criação de uma Zona Franca em São Luís.
O projeto prevê uma área de livre comércio, de importação e exportação e de incentivos fiscais especiais para promover o desenvolvimento econômico com extensão à toda a Ilha de São Luís. “Entretanto, a presidência da república pode estender a área da zona franca para outros municípios”, esclarece Roberto Rocha. O senador frisou ainda que São Luís tem potencial para ser um grande parque agroindustrial, lembrando que São Luís possui condições geográficas para a instalação de uma área de livre comércio por ser uma ilha com excelente estrutura portuária. “São Luís poderá ser o maior entreposto das américas”, informou Rocha.
Também prestigiaram a palestra do senador o Vereador Roberto Rocha Júnior, que na ocasião representou a câmara de vereadores de  São Luís, o suplente de senador Paulo Matos (PPS) e Clodomir Paz, que responde pela assessoria de articulação política de Rocha no estado do Maranhão. Na oportunidade Edilson Baldez pediu o apoio e assinatura do senador em um manifesto contra a redução de repasses com a qual foram surpreendidas todas as instituições S no Brasil. A medida radical inserida no pacote do ajuste fiscal do governo federal, segundo Baldez poderá acarretar em prejuízos para a competitividade do país, como demissões e o fechamento de centenas de escolas profissionais. Roberto Rocha garantiu a adesão ao movimento, assinando o manifesto e declarou que está sensível à  causa, que terá todo o seu apoio.

Receba Publicações

Estudantes de Direito que têm interesse em receber o exemplar do Novo Código de Processo Civil (CPC), cadastrem-se e recebam gratuitamente.

Cadastre e receba
Para sugerir um projeto, enviar um recado ou pedir uma entrevista.