Ação Federal Chapadinha

Chapadinha recebeu 4ª edição do Programa Ação Federal, realizado nesta segunda-feira (2). Estiveram presentes os representantes da Fundação Nacional da Saúde, INSS, Superintendência da Pesca, Banco do Nordeste, UFMA, Caixa Econômica Federal e Fundação Palmares.

Ação Federal em Chapadinha é uma iniciativa do senador Roberto Rocha, em parceria com a superintendente da Funasa no Maranhão, Maura Jorge. O objetivo é ouvir os problemas dos municípios da região de Cocais e promover soluções que visem benefícios aos cidadãos.

O prefeito de Belágua, Hérlon Costa, que foi o porta-voz dos demais chefes de executivos municipais, destacou o trabalho e o compromisso do senador Roberto Rocha.

“Agradecemos muito ao senador Roberto Rocha, que é um municipalista, tem esse olhar voltado para o estado do Maranhão, e hoje tem muitos projetos voltados para o desenvolvimento do Maranhão, como é o caso da Zona de exportação do Maranhão, e tantos outros projetos”.

Ações em Chapadinha

Dentre as ações do senador Roberto Rocha para Chapadinha está a construção de uma barragem, cujo projeto será concluído em no máximo 60 dias. Durante o seu pronunciamento, Roberto Rocha garantiu outras obras importantes para o município, como a construção de um IFMA (Instituto Federal do Maranhão) e melhorias no aeroporto. Ao mesmo tempo, o congressista também garantiu que vai buscar recursos para a construção da BR-222. Da mesma forma, o parlamentar anunciou que vai buscar recursos para a construção de um aterro sanitário. Segundo ele, o projeto vai custar cerca R$ 1,5 milhão.

Igualmente, Roberto Rocha anunciou que vai viabilizar recursos para construir uma ferrovia que liga o município de Anapurus até a cidade de Itapecuru.

“Vamos ajudar a escoar a grande produção de grãos e tirar o tráfego pesado das estradas. Isso vai ajudar a melhorar a vida das pessoas”, ressaltou.

Conforme, o programa Ação Federal tem um resultado positivo em todos os municípios.

“A cada evento que realizamos, descobrimos coisas importantes que precisam ser feitas pelo Governo Federal. Estamos aqui para receber as demandas, conhecer os problemas e levar para Brasília para encontrar soluções em todos aqueles que são de competência do Governo Federal”, salientou.