Parlamentares da bancada do Maranhão no Congresso Nacional se reuniram nesta terça-feira (3), com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para discutir a situação das rodovias federais no estado. A audiência estava agenda desde o final de fevereiro, quando a bancada maranhense esteve com o Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) para tratar da falta de projetos para o Maranhão.

Além disso, os parlamentares apresentaram demandas como a manutenção das BRs 135, 316, 222 e 226, e da obra da Travessia Urbana de Imperatriz (BR-010).

No entanto, o senador Roberto Rocha fez um alerta sobre a falta de recursos para a elaboração de projetos para grandes obras no Maranhão, como a construção de barragens, novas rodovias, ferrovias e aeroportos.

“Hoje, se o Governo Federal destinar R$ 1 bilhão para o Maranhão, o Estado terá que devolver o dinheiro, porque não existe um projeto sequer o dinheiro ser aplicado. Não existem ferrovias e hidrovias. Aeroportos oficiais, temos somente dois: em São Luís e Imperatriz. Então, o meio físico que temos para nos deslocar é somente a rodovia. Possuímos o melhor porto das Américas e ele tem só uma rodovia que chega até ele, que é a BR-135. Essa situação de descaso com o Maranhão vem se arrastando há décadas”, destacou o parlamentar.

O parlamentar lembrou o ministro e sua equipe sobre o quantitativo de recursos disponíveis para o Maranhão.

“Estou alertando para o valor disponibilizado para projetos, que não dá pra nada. E, se não tiver projeto até outubro, novembro desse ano, como se vai colocar dinheiro para as obras? Então, eu deixo esse alerta, para que se possa, daqui por diante, incrementar recursos para projetos no Maranhão”, finalizou.