Medida Provisória do Coronavírus

Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal se reuniram de portas fechadas, na noite desta quarta-feira (11), com ministros do Governo e líderes partidários para tratar das últimas informações sobre o coronavírus. Até agora, 70 casos foram confirmados e 907 ainda são tratados como suspeitos. Outros 937 casos foram descartados pelo Ministério da Saúde. Diante desse quadro preocupante, o Governo vai editar uma Medida Provisória do Coronavírus. Ela libera emergencialmente R$ 5 bilhões para o Ministério da Saúde reforçar as medidas de prevenção a fim de combater o Covid-19.

O líder do PSDB no Senado, senador Roberto Rocha comentou o que foi discutido na reunião.

“O Parlamento brasileiro vai cumprir o seu papel para dar uma resposta imediata que a sociedade espera. A situação é delicada.  Logo, é preciso agir rápido e proteger a nossa população.”, disse o senador.

Além da Medida Provisória do Coronavírus, o Ministério da Saúde já encaminhou um ofício ao Congresso Nacional. Ou seja, a pasta solicitou a liberação de recursos para mais de 40 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS), nos mais de cinco mil municípios em todo o Brasil.

“Tenho a convicção de que os parlamentares estão unidos com a mesma responsabilidade para a votação que autoriza a liberação dos recursos para prevenção e combate ao coronavírus.”, afirmou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Medida Provisória Coronavírus

Por fim, participaram também da reunião, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central Roberto Campos Neto.